A importância da higienização pré-cirurgia

      Nenhum comentário em A importância da higienização pré-cirurgia

Uma cirurgia sempre é um momento de bastante tensão, mesmo quando o procedimento parece ser simples para o profissional.

Porque ele convive principalmente com as expectativas e angústias do paciente e dos familiares dele. Dependendo da criticidade da cirurgia, serão horas que parecerão dias para todos eles, e a esperança pelo resultado positivo está nas mãos do cirurgião.

Até procedimentos estéticos que para o cirurgião são de baixa complexidade, costumam gerar nervosismo no paciente e dúvidas até sobre a decisão de fazer.

Que cuidados o profissional deve ter antes de uma cirurgia?

São muitos os cuidados que devemos ter antes de uma cirurgia, para que ela seja bem sucedida e traga o resultado esperado – que muitas vezes significa viver.

Preparo físico do paciente

Independente do tipo e complexidade da cirurgia, o paciente terá alguns procedimentos a fazer para que o organismo se prepare com antecedência. Os mais comuns são:

  • Suspensão total do cigarro pelo menos 1 mês antes;
  • Suspensão total de bebidas alcoólicas semanas antes;
  • Comunicar todos os medicamentos de uso contínuo para o profissional avaliar o que pode ser mantido ou não;
  • Respeitar a dieta que for determinada, conforme o tipo de cirurgia;
  • Fazer a higiene corporal definida;
  • Cumprir rigorosamente as rotinas definidas de internação (são importantes para garantir a disponibilidade de leito ou de agenda no caso de consultório).

Evidentemente, estamos falando de uma cirurgia programada; as emergências vão dispensar muitos dos procedimentos e as equipes já estão preparadas para atuar nessas condições.

Preparo psicológico do paciente

Neste ponto entra o papel fundamental do médico responsável pela cirurgia. Ele deve conversar abertamente com o paciente sobre:

  • A necessidade da cirurgia;
  • A importância dos preparativos pré-cirúrgicos;
  • Os exames que precisarão ser feitos, fora e no local da cirurgia;
  • A complexidade e o tempo estimado de cirurgia;
  • Os riscos existentes, tanto de sequelas quanto de morte.

Essa conversa deve ser feita semanas antes da cirurgia, com o paciente (sempre) e uma acompanhante (recomendado) e atualizada a cada fato novo que o cirurgião encontrar – por exemplo, um medicamento que o paciente precisar tomar em emergência e que pode até mesmo adiar a cirurgia.

Mas e o perigo invisível na higienização pre-cirurgia?

Em meio a tantos cuidados com o paciente, um relacionado ao profissional deve ser observado com a máxima atenção: a higiene pre-cirúrgica.

Os cuidados com o uso do jaleco feminino são essenciais para que o ambiente da cirurgia não seja contaminado por microrganismos que estão nele e vindos de outros ambientes, como a enfermaria.

Infelizmente é comum que algumas complicações – e graves, em boa parte – aconteçam devido ao descuido com a higiene do jaleco, até mesmo no cuidado com a lavagem:

  • O jaleco usado na cirurgia deve estar totalmente limpo;
  • Se for lavar em casa, o jaleco deve ser colocado em um saco plástico para todo o transporte, e o saco deve ser descartado;
  • O jaleco deve ser lavado separado de todas as outras roupas, para que fluidos presentes no jaleco não contaminem as roupas e o inverso também;
  • Se o jaleco apresentar manchas de sangue e fluidos, estes locais devem ser lavados antes, com água sanitária e água quente (só no local) para retirar o máximo;

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *