Está pensando em aceitar cheque em seu estabelecimento?

Hoje em dia temos uma série de opções para o pagamento de compras tanto presenciais quanto no comércio eletrônico.

Cartões de crédito e de débito, boletos, plataformas de pagamento cobrem, atualmente, todas as transações online e grande parte dos pagamentos físicos, garantindo mais segurança para os negócios, pois todas elas exigem uma aprovação de uma instituição – banco ou financeira – para que a compra seja liberada.

Então você tem algumas e boas opções para oferecer aos seus clientes, na sua loja e no seu site de vendas, não é mesmo?

Mas o seu negócio tem um segmento de público que prefere – ou precisa – usar cheques? Isto ainda é comum no Brasil, por vários fatores:

Resistência à mudança

Apenas da mudança gradual, muitos brasileiros, especialmente de baixa instrução ou os mais idosos, ainda existem a usar cartões nas compras presenciais. Elas ainda preferem pagar com o bom e velho cheque.

Infraestrutura de Internet

A internet – com qualidade – ainda é um artigo de luxo em muitos municípios brasileiros, onde o investimento das empresas não é suficiente para suportar as operações de cartões e as vendas online.

Restrição de acesso a cartões de crédito

Historicamente temos um nível de inadimplência e muitas dessas pessoas não conseguem ter cartões de crédito, ou não tem renda suficiente para tê-los e acabam limitando-se ao uso dos cheques.

Quais as vantagens em aceitar cheque em seu estabelecimento?

Os cartões de crédito e débito são excelentes formas de recebimento nas vendas presenciais e online. Os boletos e plataformas são opções ótimas no comércio eletrônico. Mas então, quais as vantagens de aceitar cheques?

Custo zero de administração

Você não paga taxas para receber cheques, portanto sua margem nessas vendas é maior ou pode conceder um desconto.

Usar em vendas estratégicas

Imagine um bom cliente, comprando um valor alto e que não se importa em pagar com cheque se você der um desconto equivalente. Você vai receber mais rápido, impactando no fluxo de caixa.

Se lembrarmos que ainda existem secretárias que providenciam pagamentos de superiores com cheques, não é complicado vender com entrega recebendo por cheque de um bom cliente.

Com um bom marketing para ter clientes cadastrados, você pode avaliar os perfis e nichar alguns com esta condição e muitas vezes sem o desconto, apenas pela diferenciação (status).

Mas vender com cheque também inspira cuidados e riscos

Por ser a forma mais manual – com menor interferência de checagens eletrônicas – o cheque exige mais cuidados e apresenta riscos:

Burocracia

É um cuidado necessário – exigir documentos, pesquisar a pessoa no Serasa e se preocupar em criar um cadastro – e mesmo assim não garante o recebimento – o saldo da conta pode sumir no caminho até o banco. E ao mesmo tempo é um risco para o negócio, na medida que incomoda muitos clientes.

Aprovação

O risco da aprovação é inteiramente do negócio. Nas vendas de cartões, a aprovação é imediata e dada pela financeira, sem risco para o vendedor, mesmo em caso de parcelamentos.

Cuidados com os cheques

Além do processo de aprovação, é preciso ter cuidado com o estado do cheque – não estar rasurado, molhado ou desgastado – e não aceitar cheques de terceiros, o que é uma prática de alto risco, pois é resultado, muitas vezes, de cheques roubados.

A conferência da assinatura é fundamental, e ciente de que a usada no momento da compra pode não ser a mesma cadastrada no sistema do banco.

Veja mais problemas que podem acontecer com o cheque recebido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *