Qual a melhor opção, compras em atacado ou compras em varejo?

Sem dúvida uma das operações mais complexas em uma empresa é a sua Política de Compras. Ali está o dinheiro da empresa saindo quase todos os dias.

Normalmente são muitos itens, de diferentes fornecedores e é preciso ter uma dose de paciência e muito cuidado para ganhar o máximo comprando na quantidade, na frequência ou nos dois fatores juntos.

E uma questão em Compras sempre está presente:

Qual a melhor opção, compras em atacado ou compras em varejo?

Podemos dizer com segurança que não há uma resposta fechada. Inúmeros fatores pesam na escolha: tipo de mercadoria, frequência de uso, facilidade de compra, tempo de entrega e, acima de todos, o preço.

Mas o preço também é um conjunto de todas essas variáveis – comprar de um fornecedor mais distante impacta no frete e no preço final, por exemplo.

Vamos falar um pouco de como lidar com esta verdadeira ciência que é comprar, e quando cada opção é mais vantajosa.

Qual a diferença entre atacado e varejo?

Basicamente, a diferença entre Atacado e Varejo é a quantidade mínima que cada um vende.

Enquanto no Varejo todas as mercadorias são vendidas pela sua menor unidade – peça, quilo, litro e outras – e da forma como mais conhecemos no dia a dia, no Atacado as empresas vendem por grandes quantidades de cada produto – as famosas caixas fechadas.

Normalmente o Atacado vende suas mercadorias para os varejistas, por este motivo seus preços são menores. As lojas do Varejo são a ponta final da cadeia, e por isso seus preços são maiores, já que precisam considerar a margem.

O Fluxo de Caixa faz toda a diferença nesta decisão

Quando falamos de compras em uma empresa, serão vários compromissos ao longo do mês, e vão impactar no Fluxo de Caixa da empresa, que é o controle diário do que recebemos e pagamos.

Então, quando estamos decidindo por uma compra mais frequente, é preciso verificar se a empresa terá saldo em caixa (contas) para que não recorra a limites de conta e acabe perdendo o benefício de preço que conseguiu.

Algumas regras para ajudar na decisão de compra de Atacado ou Varejo

  • O recomendado para as compras de Atacado é que sejam os itens de alto giro (consumo) e longa duração (itens menos perecíveis). Assim é possível ganhar no espaçamento da compra. Exemplos na despensa de uma casa são o arroz e o feijão.
  • Se for um item de longa duração e baixo giro, a compra no Varejo é mais vantajosa, principalmente pela validade dos produtos.
  • Para os itens de curta duração, independente do giro, como as frutas ou molhos em uma casa, a compra no Varejo é mais vantajosa, por causa da validade baixa.
  • O Atacado não tem promoções, portanto é importante definir que itens vale a pena comprar no Varejo por preços próximos do Atacado e quantidades menores.

Compras coletivas

Um método usado com bastante sucesso por empresas que são concorrentes mas querem economizar juntas, é a compra coletiva.

Você pode reunir-se com seus concorrentes e decidirem pesquisar e comprar muitos dos itens no Varejo negociando preços especiais pela quantidade. A economia pode ser muito boa e supera a briga entre as empresas.

E todos deixam para ganhar o cliente em outros quesitos.

Se você é da área da saúde e gosta de economizar, eu te aconselho a investir em um rolo para esterilização, você vai perceber que no final a economia será grande.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *